quarta-feira, 25 de maio de 2011

Lana Rodes concede entrevista a um site. Confira !

Lana Rodes interpreta a ingênua e atraente modelo Becky em 'Rebelde'. Foto: TV Press
Lana Rodes costuma repetir a frase "o figurino diminui e a malhação aumenta" para sua personagem Becky, em Rebelde. Na pele da ingênua e atraente modelo que veio do interior para trabalhar na cidade grande, a personagem não perdeu a inocência, mas aumentou - e muito - suas curvas desde o início da trama da Record, em março deste ano. Como Becky começou a surgir com shortinhos e microssaias cada vez mais minúsculos, Lana decidiu intensificar os treinos de musculação para três vezes por semana e aumentar a massa muscular de sua silhueta longilínea. "Se eu não estiver com o corpo lindo, a Becky perde a piada. Ela chama a atenção dos homens pelo corpo. Estou adorando! A audiência está ótima e eu estou cada dia mais malhada", brincou, com seu bom-humor de sempre, referindo-se aos satisfatórios 12 pontos de média.
Falante e sempre esmiuçando detalhes da personagem e de sua carreira - que começou quando foi Paquita da Xuxa, em 1999 -, Lana está empolgada mesmo é com as transformações emocionais de sua personagem desde o início da história de Margareth Boury. A modelo, que começou a trama solitária hospedada no apartamento do professor de literatura Vicente, de Eduardo Pires, hoje não só está namorando com ele, mas até já passa por sua primeira crise na relação. Além disso, também mal percebe que Lupi, vivido por Rocco Pitanga, sempre foi apaixonado por ela. "Tudo pode acontecer com a Becky, mas ela vai continuar ingênua até o final. Isso não tem jeito. Mesmo assim, sempre brinco: 'qual dos dois vai ficar com Becky?'. Tomara que seja o Vicente", torceu.
O deleite da atriz com o humor da personagem se explica por Becky ser seu primeiro papel cômico na tevê, desde que Lana estreou como Flávia, protagonista de Alta Estação, em 2006. De lá para cá, colecionou personagens na Record, como a Esmeralda de Caminhos do Coração e Os Mutantes, e a vilã Tafnes, de A História de Ester. Ou seja, papéis sempre mais densos, bem diferentes da suavidade burlesca de Becky. "Além disso, ela é a primeira personagem escrita para mim. Tem uma energia com dois tons acima, como a minha. E eu tenho um bom-humor que chega a ser irritante", divertiu-se.
O que a atriz de 24 anos também teve de sobra foi sagacidade para trilhar a composição da personagem. Inspirada em um "pot-pourri" de imagens, a atriz assistiu a longas protagonizados por Marilyn Monroe para captar sensualidade, a produções dirigidas por Woody Allen para absorver ironia e consumiu horas e horas de entrevistas com top models para perceber como elas se comportavam. "A Marilyn foi uma grande inspiração por ser a grande musa, a mulher que deixava todos os homens no chão, a seus pés, sem perder o ar de ingenuidade", avaliou.
Para adquirir esse jeito de "femme fatale", Lana ficou ainda mais loura e com um corte Chanel de pontas desfiadas, com roupas bem modernas e descoladas para os castings da personagem como modelo. "Em casa, ela aparece supersensual. Mas, na rua, veste roupas mais comportadas e chiques", pontuou Lana, que chegou a assistir a diversos capítulos da trama original mexicana para se ambientar com o universo do folhetim, apesar de Becky ter sido criada apenas para a versão brasileira. "Ela tem muito a nossa cara e jeito de brasileira: é inocente com sensualidade. Com ela, posso soltar meus bichos", animou-se.

Volta ao passado
Lana Rodes está mais acostumada ao universo da moda que sua personagem Becky, de Rebelde. Afinal, começou a trabalhar como modelo aos 13 anos de idade, assim que saiu da pequena cidade Manoel Ribas, no Paraná, onde nasceu. Seu pontapé inicial na carreira foi ter vencido o badalado concurso SuperModel da Ford, no começo de sua adolescência, que fez com que a atriz logo se mudasse para o Rio e encontrasse as portas abertas para diversos trabalhos reconhecidos no mercado. Até hoje contratada pela Ford, a paranaense planeja um dia cursar uma faculdade de Moda. "Essa personagem me fez revisitar todo esse universo mágico de quando fui modelo, o início de tudo", lembrou.

Instantâneas
# Por cantar e dançar, Lana Rodes chegou a ser uma das 30 finalistas do reality show Ídolos, em 2006.
# Apesar de ter tendência a emagrecer, Lana faz exercícios diariamente para manter a forma. Pratica musculação com muita carga três vezes por semana e corre duas vezes por semana na praia.
# A atriz participou de quatro longas da Xuxa no período em que trabalhou com a apresentadora como Paquita.
# Lana faz aulas de canto e planeja voltar a fazer aulas de balé clássico assim que terminarem as gravações de Rebelde.

Vamos combinar que ela arrebenta com a personagem. Não é verdade?

Nenhum comentário: